Guarda-roupa masculino

Esse projeto é um guarda-roupa masculino, incluindo o maleiro, e um criado mudo.

Como na maioria dos projetos, coisas vieram e coisas se foram deste guarda-roupa masculino, como brinquedos da filha e peças de roupa da esposa. É um guarda-roupa antigo, com gavetas de profundidade pequena e largura grande, e com calceiro de madeira pronto.

 

A primeira transformação neste guarda-roupa foi uma alteração na estrutura dele. Foi sugerido para o cliente tirar o calceiro que cabia apenas 5 calças e substituir por mais um cabideiro (varão) para colocar cabides, deste modo caberia muito mais calças. E o cliente não só concordou com essa simples alteração, como ele mesmo fez, economizando dinheiro da mão de obra. Para pendurar as calças reaproveitamos cabides de acrílico infantil que o cliente já possuía.

Foram trocados todos os outros cabides, padronizando-os com os cabides de veludo preto, assim o cliente consegue olhar diretamente para as roupas e não para o “emaranhado” de modelos de cabides e cores que havia ali antes. Todas as camisetas de algodão que estavam nas gavetas foram penduradas, pois o cliente usa diariamente. Calças jeans e sociais foram penduradas e outros modelos de calças foram dobradas e mantidas em gavetas ou prateleiras, assim como as camisetas Dry Fit, shorts, bermudas, moletons e até camisas sociais foram dobradas e guardadas numa gaveta a pedido do próprio cliente. Isso é bastante incomum mas lembrem-se que a ORGANIZAÇÃO É PERSONALIZADA, ou seja, de acordo com as preferências e necessidades do cliente.

Tiramos os sacos plásticos dos ternos (aqueles que vem da lavanderia) e que não são adequados para armazenamento dentro de guarda-roupa pois não deixam a roupa respirar, e como consequência geram mofo e cheiro forte. Fora que esses sacos deixam a luz passar, seja ela solar ou da lâmpada, desbotando lentamente a peça. Reaproveitamos apenas a capa de terno em TNT que o cliente já tinha.

As meias e cuecas que eram guardadas no criado mudo ao lado da cama, foram transferidas para dentro do guarda-roupa na primeira gaveta, deixando o criado mudo vazio. Neste caso não foram usadas as colméias porque já havia sido comprado pelo cliente outro modelo de divisórias de plástico de gaveta (ajustáveis e de encaixe), então usamos para não desperdiçar. O importante é categorizar e criar uma “casinha” para esses itens serem achados e guardados de maneira fácil e prática. Isso é ORGANIZAÇÃO!

Como sobrou gavetas vazias, o cliente aproveitou para guardar seus cabos e carregadores e para mantê-los organizados ele ainda pretende comprar um produto organizador para eles.

Neste guarda-roupa masculino também era preciso criar espaço para guardar as cobertas e edredons do casal e de visitas e conseguimos fazer isso com maestria. Apenas um desses edredons foi guardado no maleiro.

Tudo isso foi possível porque houve desapego (fundamental numa organização), categorização dos itens e dobras inteligentes que criam espaços e visualização.

E mais uma vez, desafio dado é desafio cumprido!

 

 

 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*