Menos coisas, mais simplicidade!

Vocês devem estar se perguntando o que essa frase tem a ver com a organização, certo? E eu respondo: tudo!

A desorganização está conectada com o excesso de pertences que temos em nossa casa e por isso precisamos ser bons porteiros. Tudo que temos entrou em nossa casa porque nós deixamos que entrasse, seja porque ganhamos ou porque compramos. Agora deu para entender né? Rsrsrs

Sua casa tem que ser o seu “Home Sweet Home”, ou seja, seu Lar Doce Lar e não um depósito de coisas, de energias paradas e de tralhas. Se determinado objeto não é útil, bonito ou vc não o ama, não merece estar e nem entrar em seu lar.

Precisamos mudar algumas das nossas atitudes e hábitos com impacto no consumo e assim simplificar nossa vida. Abaixo seguem algumas dicas valiosas para você conseguir filtrar tudo que entrará no seu lar.

No caso do que compramos:

  1. Não compre produtos só porque estão em promoção! Compre o que precisa, usa e ama.
  2. Pense duas vezes antes de comprar lembranças de viagem. Tire fotografias ou guarde na memória.
  3. Tenha listas de compra atualizadas e separadas por categorias como farmácia, açougue, mercado, varejão e até para roupas separadas por membro da casa.
  4. Antes de comprar avalie também se há espaço para guardar determinada peça. Se não houver, não compre.
  5. Considere o custo real das coisas. Objeto x gasto de horas de trabalho, objeto x gasto de tempo na compra e no cuidado, e objeto x gasto de energia para cuidar dele. Vale a pena?
  6. Crie o hábito de comprar coisas novas apenas para substituir o que está velho, gasto e/ou quebrado.

No caso do que ganhamos:

  1. Livre-se da crença de que se você ganhou um objeto terá de mantê-lo para todo o sempre.
  2. Recuse com educação brindes, amostras e miniaturas.
  3. Presente não se recusa, aceite-o com educação e elegância e não faça alarde ao agradecer. Caso contrário virão outros.
  4. Procure trocar o presente que não gostou muito. As vezes uma troca de cor já funciona não é mesmo?
  5. Evite participar de troca de presentes, mas se o fizer tente espalhar a notícia do que você realmente gostaria de ganhar.
  6. Se for algo de valor sentimental (herança ou recordações de família) e não puder ou quiser usar de fato, e nem descartar deixe-o exposto de forma decorativa num lugar de honra!

Bom, não baixe a guarda, seja sempre vigilante, hahahaha. Porque depois que determinado objeto entra em nosso lar, criamos um apego por “N” razões e aí é quase impossível se livrar dele.

Lembre-se: SEJA UM BOM PORTEIRO

Bjs

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*